Dicas, Equipamentos

Como e por que atualizar o firmware da sua câmera?

29/07/2016

Assim como nos computadores, nossas câmeras também podem ser dividas pela composição entre hardware e software. Sendo hardware tudo o que é peça física (aquilo que você chuta quando trava) e software tudo o que é virtual, os programas (aquilo que você xinga quando trava).

Brincadeiras à parte, todo mundo atualiza o hardware em algum momento, comprando lentes novas ou trocando o corpo da câmera, mas nem todo mundo sabe que também é possível atualizar o software dos seus equipamentos para poder usufruir de alguns aprimoramentos e correções de erros.

No caso das câmeras digitais, o termo utilizado pelos fabricantes é “firmware” ao invés de software. Portanto, se você estiver procurando saber se existem versões mais atualizadas para os seus equipamentos, você deverá entrar no google ou no site do fabricante e procurar pelo modelo do seu equipamento juntamente com o termo “firmware update”.

Mas o que é o firmware afinal?

Foto: Paul

Foto: Paul

Nesse ponto das nossas relações com tecnologia fica muito mais fácil explicar isso do que há alguns anos atrás. Já estamos acostumados com os aplicativos dos nossos celulares e dos nossos computadores pedindo para serem atualizados diariamente.

Isso faz parte do modo como os softwares e aplicativos são desenvolvidos. É lançada uma primeira versão funcional no mercado e, em seguida, os desenvolvedores vão aprimorando seus softwares e aplicativos no dia a dia a partir das experiências dos usuários.

É evidente que nossos equipamentos fotográficos não têm atualizações com a mesma frequência dos nossos aplicativos. Muito pelo contrário, elas são bem poucas, mas interessantes.

Como você já deve saber, dentro da sua câmera existe um microprocessador, ou seja, uma espécie de pequeno computador. Pra que ele saiba operar todas as funções da sua câmera, ele utiliza um conjunto de instruções operacionais programadas e organizadas pelo firmware. É o firmware que funciona como o sistema operacional da sua câmera. Ele sabe o fazer com cada botão e com cada função. É ele que sabe como operar o autofoco, a exposição, todas as operações de processamento de imagem, redução de ruído, HDR, controles de distorção. Enfim, se você já entrou no menu de uma DSLR avançada alguma vez sabe que a lista é longa…

O que você ganha com as atualizações de firmware?

firmware-menu-nikon

Não é só pela correção de problemas e erros de programação que vale a pena atualizar o firmware. Muitas vezes uma atualização também adiciona novos recursos.

Muitas dessas melhorias só ocorrem porque os usuários dessas câmeras e equipamentos entram em contato com as fabricantes para informar pequenos problemas que tiveram ou até mesmo sugerir aprimoramentos.

Inclusive, é por isso que câmeras mais avançadas têm opções tão específicas de configuração disponibilizadas pelo firmware. A Nikon D7200, por exemplo, tem uma opção chamada “Ponto de Foco Abrangente”  (que pode ser acessada no menu, na opção a6). É um recurso que não está presente no firmware das câmeras de entrada da Nikon e que permite uma coisa muito simples, desnecessária para muitos, imprescindível para outros.

Quando você escolhe o ponto de foco mais extremo, mais próximo das laterais do quadro, ao continuar pressionando o botão para ir para o lado, o ponto normalmente fica parado no mais extremo. Ao ligar o Ponto de Foco Abrangente e continuar pressionando para o lado, a câmera seleciona o primeiro ponto de foco do lado oposto e reinicia a rotação de escolha do ponto. Um detalhe, mas que está disponível porque foi embutido no firmware desse modelo.

Com a atualização de firmware, podem ser adicionados recursos específicos desse tipo ou recursos mais interessantes como a adição de suporte para acessórios como GPS, por exemplo. Também podem ser corrigidos problemas graves de autofoco, otimização de uso da bateria, bugs de todos os tipos e até mesmo travamentos.

Há também atualizações de firmware que tornam a câmera mais compatível com modelos de lentes mais novas. Como as lentes produzem vários tipos de distorções na imagem e as câmeras utilizam o firmware para fazer correções, algumas atualizações aumentam o banco de dados de lentes para que sua câmera saiba lidar com isso.

Acabei de comprar uma câmera, devo atualizar o firmware?

Firmware updates canon eos rebel t5i

Antes de mais nada, saiba que você pode ou não atualizar o firmware dos seus equipamentos. A escolha é sua. Há quem tenha medo de realizar esse tipo de operação e tudo bem, não há problema nisso. Mas, de modo geral, recomenda-se atualizar o firmware sempre que possível porque o único problema que pode ocorrer é no momento da instalação. Se você ler atentamente as instruções do fabricante e fizer tudo corretamente, só terá benefícios. O detalhe é que não importa se você comprou uma câmera novinha ontem, provavelmente ela veio com o firmware original de fábrica e não o último mais atualizado.

O último firmware update de uma das minhas câmeras, por exemplo, corrigiu um problema aparentemente bobo: ela ignorava o dia 29 de fevereiro em anos bissextos. Na mesma atualização também foi corrigido um problema mais grave: sob determinadas circunstâncias, alguns segundos de estática eram adicionados no áudio de certos vídeos. Esses são só dois exemplos para ilustrar como tudo é possível de ser corrigido nesses updates.

Infelizmente o fabricante não vai te mandar um e-mail dizendo quando sairá o último firmware dos seus equipamentos. E por mais que você acompanhe milhões de sites e revistas de fotografia, atualizações de firmware não é exatamente um assunto muito popular.

O ideal mesmo é procurar manualmente pelas atualizações de firmware dos seus equipamentos no site do fabricante uma vez a cada 6 meses, mais ou menos.

Se você tiver acabado de comprar uma câmera novinha e já tiver um firmware novo disponível, atualize!

Lembrando que há câmeras que jamais receberam nenhum update de firmware e não há problema nenhum nisso.

Como saber se o firmware da minha câmera está desatualizado?

nikon d7200 - versão do firmware

Cada câmera tem o seu caminho pra encontrar a versão atual do firmware, você deverá consultar o seu manual

para saber exatamente onde fica. Mas essa informação é quase sempre apenas mais uma das opções do menu com o nome Firmware, Firmware Version ou algo parecido.

Aí é só bater os números da versão com os do último firmware disponível no site do fabricante, tomando cuidado para encontrar o firmware do modelo exato do seu equipamento. Jamais tente instalar o firmware de modelos diferentes em sua câmera.

Alguns fabricantes podem dividir o firmware em partes diferentes. A Nikon, por exemplo, possui o firmware A, B, C e L. É uma divisão interna entre atualizações específicas para o processador de imagens, os controladores da câmera e lentes. Via de regra é utilizado o mesmo update (arquivo) para atualizar A, B e C. Sendo o L um firmware específico para correções relativas às lentes em separado. Alguns updates do firmware L requerem que se atualize os demais antes. Leia com atenção as instruções na página do update.

Onde encontrar o firmware para baixar?

Os links abaixo contém as páginas de suporte dos principais fabricantes.

Nikon | Canon | Sony | Fujifilm | Olympus | Pentax | Panasonic | Leica

É perigoso atualizar o firmware?

câmera morta após atualização de firmware

Sim, existem riscos. Se a bateria acabar no meio do processo de atualização (que pode durar alguns minutos), a câmera ficará com software corrompido e você precisará levar em uma assistência para consertar. Eu não saberia dizer se qualquer assistência faz esse tipo de conserto, nem se ele é possível em todos os modelos de câmera. Portanto, algum cuidado é necessário.

Se você fizer uma pesquisa por dead camera after firmware update (câmera morta após atualização de firmware) vai perceber que existem vários casos de pessoas que tiveram algum tipo de problema durante o procedimento relatadas em fóruns fotográficos. Alguns conseguiram consertar sozinhos, outros tiveram que mandar para a assistência. De qualquer forma, acho que não vale a pena fazer uma atualização se você não pode correr o risco de ficar sem ela por alguns dias.

Leia cuidadosamente as instruções no site antes de começar a operação, certifique-se de que está instalando realmente uma versão atualizada e que essa versão é de fato a do seu modelo específico de câmera.

Normalmente é especificado o que há de novo nas versões na página que disponibiliza o arquivo de atualização do firmware. Você pode decidir que a atualização não vale a pena se for algo que não faz diferença pra você.

Quais são os passos para atualizar o firmware da minha câmera?

passos

Há variações entre marcas e modelos, mas genericamente não é nada muito diferente disso:

1 – Verificar a versão atual no menu da sua câmera.

2 – Verificar a última atualização disponível no site do fabricante.

3 – Baixar o arquivo do firmware. Em seguida você deve descompactar (extrair) o arquivo para um local qualquer em seu computador. Normalmente os firmwares da Canon vem zipados (compactados) contendo manuais de instalação em pdf, além de um arquivo que contém o firmware novo, cuja extensão costuma ser .FIR. Já para as câmeras da Nikon, baixa-se um arquivo .exe (PC) ou .dmg (MAC), que ao clicar extrai automaticamente uma pasta contendo o arquivo do firmware, normalmente com extensão .bin. As demais marcas também têm procedimentos semelhantes.

4 – Formatar um cartão de memória diretamente na câmera.

5 – Inserir o cartão de memória no seu computador ou em um leitor de cartões e copiar o arquivo do firmware diretamente para a raiz desse cartão. É importante ler com atenção o manual de instalação, pois é possível que algum modelo específico de câmera peça para que esse arquivo seja copiado em algum outro diretório ou até mesmo que a atualização seja feita por algum outro método que não o cartão de memória.

6 – Ejetar com segurança o cartão de memória do seu computador. Caso ele seja removido enquanto o seu computador realiza alguma tipo de leitura ou cópia, arquivos podem ser corrompidos e o cartão pode ficar até mesmo inutilizável.

7 – Ler as instruções fornecidas pelo fabricante cuidadosamente.

8 – Inserir uma bateria 100% carregada na câmera.

9 – Verificar se a câmera está desligada antes de inserir o cartão de memória.

10 – Colocar o cartão de memória com o novo firmware na câmera.

11 – Siga as instruções para a atualização do firmware. Via de regra a operação é feita dentro da mesma opção do menu que você entrou para visualizar a versão atual. Com o update gravado no seu cartão de memória, as câmeras normalmente reconhecem que está disponível uma atualização e liberam a opção para iniciar o procedimento.

12 – Não desligue a câmera nem aperte nenhum botão enquanto o processo de atualização está em andamento.

Atualize também o firmware dos seus acessórios

firmware-update-nikon-speedlight-sb900

Não são somente as câmeras que recebem essas atualizações. Speedlights (flashes externos) e outros acessórios também podem receber correções e aprimoramentos. Os speedlights da Canon e da Nikon costumam receber melhorias na medição da luz, ficando mais precisos. O procedimento é basicamente o mesmo para atualizar o firmware de um speedlight. O único detalhe é que ele deve estar devidamente conectado à sapata da câmera e preso com o pino de segurança para evitar que desastres aconteçam durante o procedimento.

You Might Also Like

13 Comments

  • Reply Wagner Souza 12/08/2016 at 11:37

    Ótima dica Moysés!

    Atualizei o firmware da minha câmera seguindo exatamente a sua dica.
    Entretanto, não consegui ver nenhuma diferença…rsrs.
    Tenho uma Canon T5.
    Obrigado pelas informações que disponibiliza aqui nesse espaço, tem feito muita diferença!!!

    Abraço.

    • Reply Moysés Lavagnoli 12/08/2016 at 12:00

      Que legal Wagner! Você só consegue saber exatamente o que foi aprimorado procurando a descrição na página que contém essa atualização no site do fabricante. Normalmente é uma lista pequena, com umas 4 ou 5 coisas. Algumas imperceptíveis, como correção de pequenos erros, outras que só fazem diferença se você possui determinadas lentes ou até mesmo se usa alguns recursos específicos. De qualquer forma, agora sua câmera está com o que a Canon considera o mais atualizado para o sistema dela, o que é sempre bom! Um abraço e boas fotos!

  • Reply Marcela Sanches 26/04/2017 at 02:00

    só agradece <3

  • Reply Michely 14/06/2017 at 17:08

    Olá, poderia me informar qual a versão atualizada da Canon 7D mark II? Essa atualização muda o microajuste de foco ou não? Grata

  • Reply Kellyane 27/06/2017 at 21:14

    Oi, gostaria de saber se depois desse procedimento o cartão fica inutilizável ou posso formatá-lo e usar normalmente para fotos? Ou é melhor usar um cartão só pra isso?

    • Reply Moysés Lavagnoli 28/06/2017 at 09:30

      Oi Kellyane. De modo algum o cartão ficará inutilizável. São apenas dados copiados nele para realizar a atualização. Depois é só formatar o cartão, sempre dentro da própria câmera e utilizá-lo normalmente. Mas cuidado ao fazer esse tipo de operação. Se você se sentir insegura é melhor pedir ajuda especializada para não correr riscos, ok?

      • Reply Kellyane 05/07/2017 at 14:21

        Certo, muito obrigada!!

  • Reply Suely 26/10/2017 at 12:32

    Oi Moysés, tudo bem? Encontrei suas dicas agora. Comprei há alguns meses e usei muito pouco a Canon T5i e, passeando pelo menu, encontrei a informação recomendando a atualização do firmware. Não sabia do que se tratava e assim encontrei suas dicas aqui. Parabéns pela objetividade e dicas! Ainda não fiz a atualização mas vou entrar no site do fabricante para ler a respeito. Brigadão hein.

  • Reply José Carlos Corrêa 11/11/2017 at 10:38

    Comprei uma Nikon D7200 em Cuidad del Leste/PY. Entretanto não notei e mesma quando desligada apresenta um problema, sendo que o led de identificação do cartão de memoria fica piscando alternadamente, o que faz com que a bateria se descarregue. Será que a atualização
    do firmware poderá corrigir eeste problema?

    • Reply Moysés Lavagnoli 11/11/2017 at 11:04

      Dificilmente, José. O seu caso me parece mais para assistência técnica mesmo. A cada atualização de firmware o fabricante divulga os bugs que foram corrigidos ou os recursos que foram implementados. Você teria que ver se está descrito uma correção de problema com essas características nas páginas com os updates. Mas eu acho bastante improvável, o melhor mesmo é levar na assistência.

    Comente!

    ​EBOOK ​Gratuito - ​50 dicas de fotografia para aprender já!