Notícias

Selfies fazem seu nariz parecer 30% maior

29/03/2018
Por que as selfies deixam seu nariz maior?

Não é apenas o setor de smartphones que se beneficiou financeiramente da popularização da cultura da selfie. As clínicas de cirurgia plástica também estão tendo aumentos significativos no número de pacientes de rinoplastia que desejam parecer mais bonitos nas selfies.

Uma pesquisa de 2017 descobriu que 55% dos cirurgiões plásticos faciais encontraram pacientes que queriam cirurgias para que eles ficassem melhores em selfies. Isso foi um aumento de 13% em relação à 2016.

Isso tudo porque um retrato feito com a lente de uma câmera de um smartphone a um braço de distância, ou seja, a maneira normal com que tiramos selfies, faz com que nosso nariz aparente ser por volta de 30% maior.

Essa distorção chamada de “distorção do tipo barril” é bastante conhecida pelos fotógrafos amadores e profissionais. Não é por acaso que grandes retratistas utilizam as objetivas de 85 a 120mm que possibilitam que o fotógrafo fique a uma distância confortável da modelo para interagir com ela sem gritar e praticamente eliminar essas distorções, não só pela distância entre a lente e a pessoa, mas também pela própria característica da lente. Além disso, há também a vantagem da nitidez superior, característica das lentes prime com essas distâncias focais.

Para as selfies com smartphones, a melhor saída – pasmem – é o adorado por muitos e odiado por tantos outros, “pau de selfie“! Simplesmente por aumentar a distância entre a lente e o rosto.

É evidente que você obterá resultados muito melhores se pedir para alguém tirar a sua foto a alguns metros de distância, mas aí não seria uma selfie, não é mesmo?

A boa notícia, trazida pelo vídeo produzido pela Vox, é que pesquisadores da universidade de Princeton, nos EUA, criaram uma ferramenta capaz de manipular a posição e a distância entre a câmera e o sujeito após a captura, de modo que o resultado de uma selfie possa se tornar mais natural.

Agora só nos resta aguardar até o dia em que essa tecnologia fique disponível nos softwares das câmeras de nossos smartphones. Espero que seja logo, para o bem das pessoas (e choro dos cirurgiões!).

You Might Also Like

Nenhum Comentário

Comente!